Concessionário holandês cria triciclo Valtra para cliente

12.09.2013
Concessionário holandês cria triciclo Valtra para cliente
In early March we visited W. and J. Schutte on their arable farm in Nagele, the Netherlands.
A zona rural no nordeste de Polder é linda e soalheira. A empresa está a preparar-se para o primeiro trabalho de campo na Primavera. No dia anterior, os Schutte receberam dois novos tractores Valtra N143 HiTech3, mas estes não são iguais; num deles, as rodas dianteiras foram deslocadas para o centro, criando um design único de triciclo.
"Um tractor deve adequar-se na perfeição às tarefas pretendidas", explica Schutte. Ao comprar um novo tractor ou acessório, Schutte presta muita atenção aos acabamentos – e o concessionário Offringa de tractores Valtra, em Creil, teve todo o prazer em aceitar. O concessionário Offringa fez a conversão em triciclo por si só, construindo uma roda de nariz especial para o tractor.

Schutte estava a procura da relação de peso ideal para criar uma pressão de 33% em cada roda de pneu duplo. "A Valtra foi a escolha fácil. A combinação de quatro cilindros com uma roda de nariz cria uma combinação curta", diz-nos Schutte.

Schutte está, naturalmente, muito satisfeito com o seu concessionário Valtra. "No início, queríamos comprar dois tractores novos com os pneus e distribuição de peso certos para criar uma boa pressão no cabeçote."
Pouco depois, o debate levou à criação do tractor de transporte ideal, um que fosse forte como um urso, mas curto e manobrável.

Schutte sabe do que fala em termos de compactação do solo, distância entre rodas, relação de peso e deterioração da estrutura. O solo leve e fértil no nordeste de Polder apenas é cultivado há 70 anos.

Schutte mudou-se para a costa sudoeste de Polder em 1994. Desde então, a sua exploração agrícola foi ampliada até 180 hectares, incluindo 100 hectares de flores (70 hectares de tulipas e 30 hectares de gladíolos) e 80 hectares de produtos aráveis (30 hectares de cebolas, 30 hectares de batatas de semente e 20 hectares de cereais). Manter a qualidade mais elevada envolve muito trabalho.

Para evitar danos estruturais, Schutte comprou um Valtra N121 com lagartas, há duas estações. Este é usado no Outono, durante a plantação de bolbos de flores. Após este trabalho, o N121 é novamente convertido num tractor de rodas padrão.

Esta filosofia foi alargada ao trabalho de campo na Primavera. O solo leve e suave é arado na Primavera. Utilizando pneus em toda a extensão do tractor ou acessório, o solo é comprimido uniformemente. A roda de nariz e as duas rodas traseiras têm pneus duplos, causando uma sementeira perfeita e uniforme. A roda de nariz também pode ser removida, quando necessário, bastando desapertar 8 parafusos. As rodas são iguais às rodas padrão e podem ser montadas no eixo dianteiro padrão.

Cliente satisfeito há mais de 20 anos

Schutte é leal aos tractores Valtra e aos seus antecessores, os Valmet, desde 1992. A nova exploração agrícola estava perto do importador nacional de então. O gestor de área Roel Hadders visitou Schutte e convenceu-o das vantagens dos tractores finlandeses. O motor potente, a caixa de velocidades com boa sobreposição, o powershift de três velocidades, o baixo consumo de combustível e a construção sólida do eixo traseiro foram argumentos decisivos.

Schutte vê o concessionário como um parceiro com quem pode falar de assuntos técnicos. O concessionário Offringa compreende e tem todo o gosto em realizar os ajustes necessários aos novos tractores. A qualidade dos produtos agrícolas na Holanda é muito elevada, pelo que são necessários tractores e acessórios especializados. O concessionário Offringa responde a este desafio.

Uma vez, Schutte experimentou outra marca, mas o novo N143 acabou por substituir o antigo John Deere. A empresa utiliza actualmente quatro tractores Valtra: um 6400, um N121 e dois N143. E os efeitos no solo e na zona rural? Bem, basta olhar para todo este magnífico campo!

Text Frits Geut


« Regressar à descrição geral