Motores menos poluentes com menos combustível

25.11.2013
Motores menos poluentes com menos combustível

As primeiras normas relativas a emissões para motores fora de estrada com produção de mais de 130 quilowatts entraram em vigor em 1996, na Europa e na América do Norte. Antes destas, não existiam restrições de emissões para tractores e ceifeiras, por exemplo.

Em 1996, foi necessário reduzir a quantidade de óxidos de azoto nos gases de escape em 30% e a quantidade de partículas em 10%. Desde então, as emissões têm sido reduzidas gradualmente. Em 2014, as normas relativas a emissões atingirão o seu provável culminar, com a introdução da norma Tier 4 Final. Como resultado, os motores emitirão menos 97% de óxidos de azoto e de partículas do que em 1995. Basicamente, estas emissões foram totalmente eliminadas.

Este objectivo foi atingido, acima de tudo, devido à redução catalítica selectiva (SCR), a qual permite que a combustão no motor seja optimizada, tanto quanto possível, com tecnologia actual. Os gases de escape são tratados no tubo de escape ao serem pulverizados com uma mistura de ureia e água (AdBlue), a qual é totalmente inofensiva e fácil de usar.

Com a introdução da norma relativa a emissões Tier 4 Final, a recirculação dos gases de escape (EGR) também é utilizada. Com esta tecnologia, alguns dos gases de escape são arrefecidos e novamente enviados para o motor.

Os tractores Valtra utilizam motores AGCO Power. A AGCO Power é pioneira na tecnologia SCR, estabelecendo o padrão para toda a indústria. A Valtra e a AGCO Power introduziram a tecnologia nos tractores em 2008, com a série S. A tecnologia também tem sido experimentada e testada em motores industriais e camiões, durante décadas, e provou ser fiável.

Os motores mais recentes em conformidade com a Tier 4 Final também estão a ser introduzidos na série S. Possuem turbo duplo com uma válvula de descarga electrónica, permitindo a entrada de quantidades exactas de ar no motor, em todas as condições.

Os novos motores oferecem as vantagens de fiabilidade, manutenção reduzida e eficiência de combustível. Os dispendiosos filtros de partículas que podem causar sobreaquecimento e ficar obstruídos não são necessários. Visto os motores estarem mais arrefecidos, também duram mais tempo. A combustão é melhorada através da injecção precisa de até 2000 bar de pressão.

A nova norma relativa a emissões será introduzida de modo faseado para motores mais pequenos. A Valtra e a AGCO Power já possuem a tecnologia necessária para todas as categorias de potência e finalidades. Embora os detalhes tecnológicos variem, o cliente recebe sempre o motor mais ecológico, duradouro, fiável e eficiente em termos de combustível.


« Regressar à descrição geral